Orientações para as Avaliações

orientacoes para as avaliacoes

CONTEÚDO ACUMULATIVO

Entendendo o conhecimento como construção gradual e contínua da apreensão e significação de informações o conteúdo disciplinar se configura em caráter acumulativo, podendo ser cobrado em qualquer etapa do ano letivo e da formação escolar do aluno.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO

O processo de avaliação não pode ser considerado um fim em si mesmo, mas sempre como um meio para construção de estruturas cognitivas necessárias à elaboração do conhecimento, priorizando a participação, a troca, o estudo sistemático, o envolvimento e a relação com o objeto em estudo.

         Nosso processo de avaliação coerente com a nova LDB 9394/96 e com o nosso Projeto Político Pedagógico coloca o aluno como agente de ação educativa e tem as seguintes conotações:

  1. Qualitativa: baseado no processo (onde o aluno é o agente) e não apenas no produto.
  2. Global: onde serão considerados o espírito inovador dos alunos e suas “Múltiplas Inteligências”: a Linguística, a Lógica, a Matemática, a Espacial, a Corporal, a Musical e Relação Interpessoal.
  3. Sistemática e Contínua: que resultará de todas as atividades pedagógicas e avaliações realizadas no ano letivo, dentro das competências e conteúdos estabelecidos no planejamento feito pelos professores nos Departamentos e assessorados pela Equipe Técnica. 

A média do Curso (MC), para cada disciplina, será a média aritmética das três unidades.

O aluno que não alcançar a média do curso igual ou superior a 7,0 (sete) fará prova final da disciplina e sua média de curso será calculada de acordo com a seguinte fórmula:

(média de curso x 7,0) + (prova final x 3,0)

O aluno que, após prova final, conseguir MÉDIA FINAL igual ou superior a 5,0 (cinco) estará aprovado. O aluno que obtiver média final inferior a 5,0 (cinco), considerando-se as potencialidades do aluno e seu interesse pela aprendizagem, poderá ser aproximado pelo Conselho de Classe, mediante seus critérios instituídos.

SISTEMA DE RECUPERAÇÃO

sistema de recuperacao

A média de aprovação, durante os estudos de recuperação, será 5,0 (cinco), considerando-se as potencialidades do aluno e seu interesse pela aprendizagem.

A recuperação poderá ser proporcionada mediante a ministração do curso, atribuição de tarefas, exercícios e trabalhos, desde que os assuntos estejam contidos no programa mínimo estabelecido, sendo os trabalhos em regime intensivo e avaliados concomitantemente. A assiduidade exigida, para os que optarem por estudos de recuperação, será decisiva para a avaliação qualitativa do aluno na definição de seu resultado final.

 

2ª CHAMADA

Terá direito à 2ª chamada, o aluno que esteja comprovadamente impossibilitado de comparecer às avaliações. Para tal o aluno deverá:

2 chamada

Observações:

1.   As datas e horários das avaliações são improrrogáveis. Caso o aluno não compareça, perderá definitivamente o direito realizar a(s) avaliação(ões), não havendo 3ª chamada ou equivalentes.

2.   Só estão isentos de pagamento os alunos que tiverem sido acometidos de doença infectocontagiosa, os federados ou em caso de morte na família.

 

 NORMAS DAS AVALIAÇÕES

 

normas das avaliacoes 1

1.  O(a) aluno(a) ao entrar na sala de prova deverá ocupar o lugar destinado para si no mapa de sala fixado na porta;

2.  O(a) aluno(a) deverá trazer de casa sua própria garrafa de água, já que não poderá deixar a sala durante o período de prova, a não ser por motivo excepcional;

3.  Não é permitido o empréstimo de qualquer material para realização da avaliação, portanto, cada aluno(a) deverá ser portador de seu próprio material (caneta, lápis, borracha e apontador) necessário à realização da avaliação. Bem como não é permitido conversa ou qualquer comunicação entre alunos;

4.  Não é permitido o uso de folhas rascunhos que não sejam disponibilizadas pela própria escola quando se fizer necessário o uso da mesma;

5.  Não é permitido aos alunos conversarem com o fiscal. Uma vez entregue a primeira avaliação nenhum(a) aluno(a) poderá se reportar ao fiscal sob nenhuma circunstância, salvo os casos em que o(a) aluno(a), eventualmente, sinta-se mal;

6.  Caso ocorram dúvidas de qualquer natureza que impossibilite a resolução de alguma questão da avaliação, o(a) aluno(a), já orientado(a) previamente pela supervisão, deverá escrever sua impossibilidade na própria avaliação que será contemplada posteriormente pelo(a) professor(a) da disciplina e supervisão;

7.  Não é permitido o porte de celular. Caso ocorra o porte do mesmo, ou ainda que este apenas toque, a avaliação será zerada e o celular apreendido;

8.  Não é permitido o consumo de alimentos, de qualquer tipo, durante a avaliação;

9.  Caso o(a) aluno(a) termine a avaliação antes do tempo previsto para saída (no mínimo 50 minutos após o início da avaliação), ele(a) deverá retornar ao seu lugar e aguardar em silêncio, podendo fazer leitura de qualquer material permitido por pais e escola, que não seja relacionado ao material didático da disciplina da avaliação que está sendo realizada naquele momento;

10.  Instruções – Todas as avaliações trazem instruções claras, que orientam o aluno na elaboração e organização de suas respostas. O não cumprimento das instruções poderá ocasionar perda de pontos e até suspensão da prova. É NECESSÁRIO LER ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES DAS AVALIAÇÕES;

11.   A pontualidade nas avaliações é essencial ao bom desempenho do aluno.

12.  A avaliação será imediatamente suspensa e zerada caso o aluno seja flagrado com “pesca” em seu favor ou de seus colegas (norma regimental).

normas das avaliacoes 13

13.  É indispensável a apresentação da carteira de identificação do aluno nas avaliações.

14.  O aluno terá direito, após a realização das provas finais e dos exames de recuperação, a revisão de prova. O prazo para a solicitação de revisão é de 24 horas após a entrega do boletim de resultados. Terminado esse prazo, qualquer pedido de revisão será indeferido pela equipe técnico-pedagógica do Colégio Oficina.

normas das avaliacoes

 

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

SÃO CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE TRABALHOS EM TODAS AS DISCIPLINAS:

criterios de avaliacao

PARA O TRABALHO DE GRUPO:

trabalho de grupo

CONSELHO DE CLASSE

conselho de classe

É composto por um representante da Diretoria Pedagógica, pelos Coordenadores, Orientadores e Docentes da série ou classe e o Secretário Escolar, visando ao acompanhamento e avaliação do desenvolvimento do estudante e das turmas, como um todo.

Ele decide sobre aprovação, reprovação, transferência enquanto medida disciplinar ou pedagógica, matrícula condicional, renovação de matrícula ou necessidade de recuperação dos alunos, observando a legislação em vigor e o Regimento Interno da Instituição.

As decisões do Conselho de Classe são deliberadas por 2/3 dos votos dos professores presentes. A Direção e o Corpo Técnico participam do Conselho apenas, sem direito a voto.

O rompimento das relações de diálogo e respeito mútuo, assim como a recusa de participação nas atividades propostas e a falta de material didático, poderão ter consequências para o aluno e serão comunicadas a família.

infracoe565s

ORIENTAÇÕES DE ESTUDO

As técnicas apresentadas abaixo são sugestões de caráter geral, mas é bem provável que, dependendo do estudante, algumas delas sejam mais eficazes que outras. Cada pessoa deve criar sua própria técnica de estudo. É muito importante que se pense sobre isso e reconsidere técnicas que não estão sendo adequadas.

NA AULA

  • na aula 2

    1. Momento de desenvolver a ATENÇÃO. Não jogue seu tempo de aula fora para não ter que estudar o dobro fora dela;

  • 2. Faça os APONTAMENTOS da sua aula, o que não significa meramente copiar e perder o “fio da meada” e sim de forma resumida anotar as ideias principais;
  • 3. Aprenda a tomar notas de aulas. Não é suficiente anotar o que o professor escreve no quadro, anote também pontos relevantes do que o professor diz. É aconselhável deixar bastante espaço livre em suas notas para depois colocar suas próprias observações e dúvidas. Use e abuse de letras maiúsculas, cores e grifos para destacar pontos importantes. Não tente tomar nota de tudo o que é dito em uma aula. Faça distinção entre meros detalhes e pontos chave. Muitos dos detalhes podem ser rapidamente recuperados em livros-texto. É importante saber que tomar notas corretamente implica em acompanhar a aula e sumarizar pontos. O ato de tomar notas não substitui o raciocínio;
  • 4. Ficar apavorado por sentir que informações importantes estão sendo perdidas ao anotar, é sinal de que se está anotando em excesso. Concentre-se nos pontos principais, resumindo-os ao máximo. Deixe muito espaço em branco e então, assim que for possível, complete-os com os exemplos e detalhes para ampliar a ideia geral;
  • 5. Procure ler as notas de aula sempre que possível depois de cada aula (e não somente em véspera de provas), marque pontos importantes e faça resumos. Este é um bom modo de começar seu tempo de estudo de cada dia. Ao reescrever suas notas de aula trabalhe, pense e verifique pontos. Não vale a pena simplesmente recopiá-los de forma mecânica e caprichosa;
  • na aula 6

    6. A PARTICIPAÇÃO é fundamental. “Participo, portanto, estou atento, pergunto quando tenho dúvidas, questiono quando não ficou claro, complemento informações importantes junto ao professor e assim sou pessoa ativa no meu processo em sala de aula.”

EM CASA

  • em casa 1

    1.   Comece revisando a aula através dos apontamentos relembrando, passando a limpo, fazendo leitura do assunto no módulo, no livro e principalmente resolvendo os exercícios;

  • 2.   Coloque como meta o ato de não estudar só na véspera da prova e jamais utilizar o período da madrugada para estudar. Além de não haver concentração suficiente nesta hora, o aluno fica com sono e não presta atenção na aula do dia seguinte.
  • 3.   Conheça seus ritmos e seus limites, procure respeitá-los, seu corpo e sua mente agradecerão.
  • 4.   Crie um horário de estudo diário para revisar as matérias do dia. Analise quanto do tempo de estudo é realmente produtivo. Organize o seu PLANO DE ESTUDO;
  • 5. Dê prioridade às atividades mais importantes ou mais difíceis. Quando ainda se está com a “cabeça fria”; Reserve tempo
  • adequado para um intervalo de descanso. Estudar quando se está cansado é “anti-econômico”: uns poucos minutos de descanso possibilitam aproveitar muito melhor as próximas horas de estudo.
  • 6. Entender é a chave para aprender e aplicar o que foi aprendido. Se um tópico não foi bem entendido é aconselhável consultar um livro da bibliografia recomendada, ou então procurar o professor para esclarecer qualquer ponto que não esteja bem entendido.
  • 7. O aprendizado de qualquer tópico de estudo somente é eficaz quando, durante o processo de fazer, ocorre também o processo de pensar o que se faz.
  • 8. Faça os exercícios das listas propostas pelo professor. O ideal é que todos os exercícios propostos sejam resolvidos.

  • leitura

    9. Durante as sessões de estudo, procure comer frutas e beber bastante água, evite alimentos ricos em carboidratos, tais como: bolachas, pão, bolos, etc., pois estes induzem a produção de hormônios facilitadores do sono, lembre-se que o cérebro é o órgão do corpo humano que mais utiliza sangue e que mais consome energia, portanto alimente-se adequadamente.

LEITURA

1.   Antes de começar a ler um livro ou o capítulo de um livro, é interessante dar-lhe uma lida “em diagonal”, ou seja, olhar rapidamente todo o texto. Isto dará uma ideia geral do assunto do livro ou capítulo e do investimento de tempo que será preciso para a leitura total.

2.   Durante a leitura, pare periodicamente e reveja mentalmente os pontos principais do que acaba de ser lido. Ao final, olhe novamente o texto “em diagonal” para uma rápida revisão.

  • 3.   Ajuste a velocidade de leitura para adaptá-la ao nível de dificuldade do texto a ser lido.
  • 4.   Ao encontrar dificuldades em partes importantes de um texto, volte a elas sistematicamente. Não perca tempo simplesmente relendo inúmeras vezes o mesmo trecho. Uma boa estratégia costuma ser uma mudança de tópico de estudo e um posterior retorno aos trechos mais difíceis.
Rua Rio São Francisco nº 5, Loteamento Itamaraty, Candeias, Vitória da Conquista - Bahia
CEP: 45055-090 - Fone (77) 3201-7200 - Fax : (77) 3201-7237