QUER SABER COMO SE FORMA UM CIDADÃO CRÍTICO?

O conteúdo trabalhado na Unidade 1 com as turmas de 6º ano na disciplina de Geografia teve como tema “Paisagem e Lugar”. O Projeto Olhares, do Colégio Oficina, que culminou com uma exposição fotográfica produzida pelos próprios alunos, montada numa vernissage que aconteceu na noite dessa última quinta, 18, surgiu exatamente destas aulas teóricas e usou Vitória da Conquista como cenário.

Depois do aprendizado em sala, os alunos foram a campo para observar de perto o que foi discutido. Nessas visitas in loco, eles puderam perceber espaços antigos e novos da
cidade, comparando o que permaneceu e o que mudou com o tempo ou o que surgiu de novo. “Eu estou adorando o projeto. A gente rodou Conquista. A professora pediu pra gente ter bastante atenção no que a gente estudou e viu pra gente não gaguejar na hora de apresentar sobre as mudanças e as permanências na cidade, desde quando foi construída”, descreveu Laís Silva de Castro, de 11 anos, do 6º ano.

Os estudantes visitaram praças, casario antigo, shopping center, a nascente, leito canalizado e parte degradada do Rio Verruga, o Centro comercial, as ruas tradicionais e novas avenidas, os bairros nobres e bairros onde há muros de desigualdade social mais visíveis (ou mesmo invisíveis), entre outros pontos de observação.

Com esse trabalho e os relatórios construídos, os estudantes conseguiram identificar as mais variadas categorias da Geografia, como a paisagem, o lugar, as fronteiras, as mudanças e as permanências, tudo em seu próprio espaço de vivência, a cidade, como ambiente de investigação. “Era sempre uma surpresa no olhar dos meninos. Tem espaços da cidade que eles nem sequer imaginavam que existem. Essa é uma iniciação para a formação do cidadão crítico”, afirma a professora Noélia Gomes, de Geografia.

O projeto é interdisciplinar porque dialoga também com a Matemática, numa pesquisa feita sobre saneamento básico, a economia e a infraestrutura dos bairros da cidade e a parte de produção de gráficos a partir de dados de pesquisa tabulados, e Artes, com a releitura de obras de Silvio Jessé. “Esse projeto é um dos diferenciais do Colégio Oficina. É um instrumento de compreensão do mundo. Não adianta o aluno ter um
conhecimento teórico das ferramentas da Geografia e não saber usá-lo”, disse Joésia Gusmão, coordenadora do Ensino
Fundamental.

Na exposição, os pais estavam visivelmente encantados com as imagens produzidas e a apresentação de seus filhos. “É algo novo o que estou vendo aqui. Essas atividades dentro e fora da escola são muito válidas, tanto pro conhecimento adquirido quanto pra parte em que nossos filhos conhecem de perto a cidade. Estou muito satisfeito “, contou José Carlos, pai de Rafael Assis, do 6º ano.

Rua Rio São Francisco nº 5, Loteamento Itamaraty, Candeias, Vitória da Conquista - Bahia
CEP: 45055-090 - Fone (77) 3201-7200 - Fax : (77) 3201-7237