Projeto Político Pedagógico

O PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DO COLÉGIO OFICINA, antes de ser o cumprimento de uma formalidade legal, expressa na Lei 9394/96, Art. 12, que determina que as escolas de Ensino Fundamental e Médio elaborem seus respectivos projetos, é o registro das diretrizes e práticas desta Unidade de Ensino, contemplando: os docentes e técnicos, no universo educacional escolar em que atuam; os pais, na tomada de consciência da proposta teórico-metodológica, seguida pela Instituição à qual confiaram a educação escolar de seus filhos; os alunos, sujeitos e objetos da ação educativa, na compreensão das bases sobre as quais se assenta seu processo educacional. Enfim, tem como propósito servir de referência para atuação de todos os segmentos da comunidade escolar.

Do ponto de vista teórico, a proposta pedagógica que vem sendo desenvolvida no Colégio Oficina inspirou-se, basicamente, nas seguintes fontes: na pedagogia histórico-crítica, que vê o saber objetivo como questão fundamental do processo de educação formal; nos fundamentos do Construtivismo para apoiar o cotidiano didático-pedagógico, no sentido de conduzi-lo na direção de uma relação de construção do conhecimento sustentada pela interação entre sujeito e objeto, que tenha o professor como elemento mediador desse processo; e nas premissas das quatro aprendizagens aprender a conhecer, isto é, adquirir os instrumentos da compreensão; aprender a fazer, para poder agir sobre o meio envolvente; aprender a viver juntos, a fim de participar e cooperar com os outros em todas as atividades humanas; aprender a ser, via essencial que integra as três precedentes.

Todas essas ideias e ações estão vinculadas e se realizam num projeto político-pedagógico, cuja proposta curricular se distancia da ideia administrativa ou metafórica de grade e tem sido construída, a partir de dois eixos fundamentais: o tipo de pessoa que se pretende formar e o tipo de conhecimento que se deseja que ela possua, uma vez que não se pode desvincular o modelo de sociedade que se quer construir, da formação que deve ser dada ao indivíduo que, se espera, seja o seu construtor.

Dessa forma, a proposta curricular do Colégio Oficina tem-se pautado em dois aspectos: na ideia de que os conteúdos formais devem ser significativos para o aluno e para a sociedade como um todo, portanto, contextualizados e, acrescidos de conteúdos relacionais, de vivências, de atitudes e de valores, inclusive, da “prática de pensar a prática”, como diz Paulo Freire.

Por fim, o projeto político-pedagógico que está sendo apresentado, não deve ser visto como algo acabado e concluído, que requer apenas ser executado, mas como um processo inconcluso, uma etapa em direção aos desafios e finalidades, estabelecidas como horizonte da escola. Nesse sentido, ele contém os princípios norteadores, tanto do ponto de vista dos valores éticos, quanto dos pressupostos teóricos e das práticas pedagógicas gerais e específicas, que apóiam a organização curricular e a condução do trabalho em sala de aula.

Rua Rio São Francisco nº 5, Loteamento Itamaraty, Candeias, Vitória da Conquista - Bahia
CEP: 45055-090 - Fone (77) 3201-7200 - Fax : (77) 3201-7237